domingo, 25 de outubro de 2015

Resenha: O Pequeno Lorde de Frances Hodgson Burnett

Olá Sonhadores! Hoje terminei de ler o livro "O Pequeno Lorde", e gostaria de compartilhar com vocês minhas impressões sobre ele.

Eu sempre quis muito ler ele, pois Frances Hodgson Burnett me pegou de jeito com "O Jardim Secreto", se tornando então meu livro favorito. O Pequeno Lorde não foi diferente, a leitura é muito agradável, e o que me chamou bastante atenção é que ele não é nem um pouco enrolado nos acontecimentos, tudo vai fluindo de forma rápida, foi o que senti.

O livro trás uma mensagem singela ao leitor sobre os valores que compõe o carácter de um individuo. Eu acho que apesar de ser uma mensagem simples, hoje em dia é algo que é deixado de lado. Esta frase retirada do livro para mim é um resumo do todo: "[...] Nada no mundo é tão poderoso quanto um bom coração e, de algum modo, aquele coraçãozinho bondoso, mesmo sendo apenas um coração de criança, pareceu iluminar a atmosfera lúgubre daquela grande sala, tornando-a mais alegre.[...]"

O livro conta a história do menino Cedric que levava uma vida simples e humilde na América com sua mãe. Ele era portador de um coração de ouro, e isso contagiava a todos a sua volta. Um dia inesperadamente Cedric se tornou o pequeno Lorde Fauntleroy, herdeiro de uma grande fortuna que mal imaginava, e teve que seguir rumo a Inglaterra para encontrar com seu avô, o Conde de Dorincourt, que havia perdido todos os seus herdeiros e só restara aquele que não conhecia. O Conde era uma pessoa completamente amarga, e o pobre Lorde não sabia o que o esperava, mas com toda a sua inocência, ele traz o que faltava para a vida de seu avô  e de toda aquela região que pertencia ao Conde. Alguns personagens que seguem são bem "discretos", e outros que julgava deste mesmo modo tem papeis fundamentais no desenrolar da história, o que me surpreendeu.

No fim é uma doce história, que vale para todas as idades na minha opinião, e que sim, recomendo! Eu escolhi a edição publicada pela Editora 34 que usou as ilustrações originais da primeira publicação da autora, e também foi traduzido por Tatiana Belinky. Então se você quiser obter o seu exemplar sugiro este. Até a próxima, e se você chegou até aqui não deixe de comentar, e seguir o blogue para obter mais novidades. Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário